Florianópolis, 12/07/2018 – A Assembleia Legislativa de Santa Catarina aprovou e já foi enviado para sansão do governador projeto de lei da deputada Ana Paula Lima (PT), concedendo o Título de Cidadã Catarinense à professora Clair Castilhos Coelho.

“A professora Clair Castilhos Coelho tem tido uma forte atuação em prol dos cidadãos catarinenses, notadamente na defesa dos direitos das mulheres na área da saúde, sendo reconhecida como uma eminente figura no estado”, destacou Ana Paula Lima.

clair1

Gaúcha de Santana do Livramento, interior do Rio Grande do Sul, Clair Castilhos é professora, com formação em Farmácia Bioquímica (UFRS) e mestrado em Saúde Pública (USP).  Concluiu extensão em Curso de Verano em Medicina Social, pela Universidad Autônoma Metropolitana, de Xochimilco/México, em 1982.

Exerceu vários cargos públicos, entre eles foi Secretária de Urbanismo e Serviços Públicos da Prefeitura de Florianópolis (1993 a 1995) e vereadora por dois mandatos em Florianópolis (1982 a 1988 e de 1988 a 1992). Foi co-fundadora e primeira presidente da Associação Casa da Mulher Catarina, em 1989.

Foi organizadora do livro “Saúde da Mulher, um desafio em construção”, junto com Elza Berger Salema Coelho e Maria Cristina Marino Calvo, pela editora da UFSC, em 2006, no qual é autora do artigo “Breve história da mulher e seu corpo”.

É Secretária Executiva da Rede Nacional Feminista de Saúde, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos, eleita em 2011,  e membro do Comitê Acadêmico da Universidad Itinerante, da Red de Salud de las Mujeres Latinoamericana y Cariube, , a partir de novembro de 2011.

Deu aulas, cursos e palestras na Universidad Itinerante, Red de Salud de las Mujeres Latinoamericanas y Del Caribe, na Guatemala (2005), no Paraguai (2009), no Equador (2011) e no Uruguai (2012); e na Universidade Nacional do México (2006). Também foi painelista na mesa de abertura do XII Encuentro Internacional Mujer y Salud, com o tema “Impactos da Globalização na Saúde e Direitos da Mulher”, na República Dominicana, em 2015.