A luta pela pelos direitos das mulheres, o fim das desigualdades e preconceitos de gênero, raça e classe social, humanização do parto, saúde e proteção animal estão entre as principais bandeiras da deputada estadual Ana Paula Lima. A parlamentar, primeira mulher eleita deputada estadual por Blumenau, está, atualmente, no quarto mandato como deputada estadual na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Enfermeira por profissão, Ana Paula é uma das grandes lideranças femininas na política catarinense, sendo autora da lei que institui o Observatório da Violência contra a Mulher e batalhando pela vinda da Casa da Mulher Brasileira para o estado. A parlamentar também esteve à frente do movimento que originou a Bancada Feminina na Alesc, a qual assumiu a coordenação no último mês de agosto. Em 2012, Ana Paula ocupou este mesmo cargo e realizou seminários regionais para obter um diagnóstico da violência contra a mulher em Santa Catarina. O relatório, com o resultado do trabalho, foi entregue à Comissão Parlamentar Mista do Congresso Nacional sobre Violência.

Filiada no PT desde 1987, mesmo ano em que ingressou no curso de Enfermagem e Obstetrícia na Universidade do Vale do Itajaí (Univali), a deputada tem a atuação marcada pela defesa dos governos Lula e Dilma, trabalhando para que os municípios catarinenses tenham acesso aos recursos e programas do Governo Federal.

Na Assembleia Legislativa, Ana Paula é presidenta da Comissão de Saúde, vice-presidenta da Comissão de Proteção Civil e membro das Comissões de Segurança Pública, de Prevenção e Combate às Drogas e de Ética e Decoro Parlamentar. Na Comissão de Saúde, tem promovido debates sobre a gestão e manutenção da qualidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), além da luta contra a violência obstétrica, com o Congresso Nacional do Parto Humanizado, que reuniu mais de 500 enfermeiras, doulas, e pais em torno da humanização do parto e protagonismo da gestante.